sexta-feira, 18 de novembro de 2011

nunca deixarei você

Ainda que seja verdade Mesmo que o tempo a leve de mim Não aceitarei ao coração tal coisa De simples palavras a desejos com partilhados Serei seus olhos , sua voz , ao toque do seu corpo , ao deitar me em minha cama Eu te amo , e nada mudara , enquanto estiver dentro do meu coração Sinta se a vontade para beijar minha boca Para acariciar minha face , e saciar seu desejos de mulher Estarei aqui agora , depois , e enquanto pensares que ainda me amas Deixarei a aquela rosa pela manhã Pela tarde , a aquela ligação , a umas mensagens de carinho E pela noite , estarei ao seu lado , de onde nunca deveria ter saído 

Nenhum comentário:

Postar um comentário